Concessionária Chevrolet atendendo com os melhores preços em carros novos e seminovos em Jaú, Marília, São Carlos e Garça

O Grupo Javep teve origem em 1972, na cidade de Jaú-SP, para tornar-se um dos mais expressivos do setor automobilístico do interior paulista. Hoje, comercializa em média 650 carros por mês, entre seminovos de todas as marcas e Chevrolet 0km. Suas atuais 04 unidades atendem uma população de cerca de 800 mil habitantes, na região central de São Paulo e cidades como Jaú, Marília, São Carlos. Um negócio que o Grupo Javep entende como uma contribuição para uma vida cada vez melhor para o seu cliente.

Esta visão do Grupo Javep interfere diretamente na qualidade dos produtos que a organização oferece, pois a venda do carro deixa de ser comércio puro e simples, para ser um compromisso. O que torna possível afirmar que o seminovo e os veículos novos Chevrolet da Javep são superiores aos demais. Não importa a marca do carro, a Javep está focada na solução de transporte adequada para cada um. Uma solução que começa na hora de encontrar no mercado financeiro a melhor condição para o cliente pagar e se estende na contribuição da Javep para a boa relação entre o proprietário e seu carro. Nas oficinas do Grupo Javep, por exemplo, os serviços para qualificação dos veículos passam por aprimoramento permanente, na busca pelo impecável. O que lhe rendeu ser a primeira concessionária Chevrolet do Brasil, em toda história da General Motors, a obter nota máxima de satisfação por parte do cliente, em 2009.

Um olhar mais atento para os 40 anos de tradição da marca Javep vê no cuidado do relacionamento com o cliente mais do que uma orientação desta segunda geração à frente dos negócios, implementada por Caíto Pelegrina. O cuidado está no DNA da organização, coisa de fio de bigode que só se encontra, ainda hoje, raramente, no interior paulista. O carro tornou-se o meio do Grupo Javep colaborar pra que o dia-a-dia do seu cliente aconteça.

 
© 2011 JAVEP - Site melhor visualizado em 1024x768 ou superior - Cinto de Segurança pode salvar vidas